pesa-nervos


O Pesa-Nervos – por Artaud

[com foto tirada por Man Ray]

 

E eu já lhes disse: nada de obras, nada de língua, nada de palavra, nada de espírito, nada.

Nada, exceto um belo Pesa-Nervos.

Uma espécie de estação incompreensível e bem no meio de tudo no espírito.

E não esperem que eu lhes nomeie esse tudo que eu lhes diga em quantas partes ele se divide, que eu lhes diga seu peso, que eu ande, que eu me ponha a discutir sobre esse tudo, e que, discutindo, eu me perca e me ponha assim, sem perceber, a PENSAR – e que se ilumine, que ele viva, que ele se enfeite de uma multidão de palavras, todas bem cobertas de sentido, todas diversas, e capazes de expor todas as atitudes de um pensamento muito sensível e penetrante.

 

[Pesa-Nervos começou sob o signo de Artaud e com as bênçãos de São Jorge. Termina o ano de maneira semelhante. Franklin Alves Dassie, Leonardo Gandolfi e Rodrigo de Souza Leão desejam um Feliz Ano Novo: Paz e Saúde!]



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 16h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




Canção dos bares – por João Moura Jr.

 

dias e dias

meses e meses

anos e anos

entreteve esta bunda

um comércio com bancos de boteco

repetiu périplos etílicos

que o fígado consternado acompanhava

cerveja vinho cachaça genebra gin vodca uísque traçado conhaque sangria

você acaba de ler talvez o meu melhor verso

no fundo do copo repousa a fada

os bares são a comprovação de que a terra se move

pois a terra que não se move não tem bares

 

[de Páginas amarelas, Coleção Claro Enigma, 1988]



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 16h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um ensaio sem palavras com Jessica Alba, a Nancy de Sin City, a primeira garota Pesa-Nervos.



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 17h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um trecho de Ontem, romance de Agota Kristof

[uma indicação precisa do amigo Manoel Ricardo de Lima]

 

O pássaro morto não gosta da chuva. Ele se dissolve, apodrece, solta um odor desagradável.

Nesse caso, incomodado pelo cheiro, sento-me um pouco mais longe.

De vez em quando, faço promessas:

- Vou buscar terra.

Mas não acredito tanto nisso. O pássaro também não acredita. Ele me conhece.

Por que também ele morreu aqui, onde só há pedras?

Um belo fogo também daria conta.

Ou grandes formigas vermelhas.

Só que tudo é muito caro.

Por uma caixa de fósforos é preciso trabalhar meses e as formigas não têm preço nos restaurantes chineses.

Da minha herança, não tenho mais quase nada.

A angústia me toma quando considero o pouco dinheiro que me resta.

No início, eu gastava sem contar, como todo mundo, mas agora, é preciso que eu tome cuidado.

Só vou comprar o absolutamente necessário.

Estão portanto fora de questão terra, pá, formigas, fósforos.

Além disso, feita a reflexão, por que me diria respeito o funeral de um pássaro desconhecido?

 



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 18h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




Murilo Mendes – trechos de O menino experimental

 

O menino experimental come as nádegas da avó e atira os ossos ao cachorro.

 

O menino experimental futuro inquisidor devora o livro e soletra o serrote.

 

O menino experimental ateia fogo ao santuário para testar a competência dos bombeiros.

 

O menino experimental confessa-se ateu e à-toa.

 

O menino experimental repele as propostas da prima de dezoito anos chamando-a de bisavó.

 

O menino experimental escondendo os pincéis do pintor e trancando-o no vaso sanitário, obriga-o a fundar a pop art, única saída do impasse.

 

O menino experimental benze o relâmpago.

 

O menino experimental antefilma o acontecimento agressivo, o Apocalipse, fato do dia.

 

[do livro Poliedro, 1965-66. Trecho escolhido ao som de Heavy metal drummer, do grupo Wilco. A imagem é do Basquiat. Que confusão hein!?]

 



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 16h22
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005


Votação
  Dê uma nota para meu blog