pesa-nervos


William Burroughs, um trecho da sua autobiografia Junky

Nasci em 1914, numa sólida casa em tijolo aparente, de três andares, numa grande cidade do Meio Oeste. Meus velhos viviam bem. Meu pai tocava seu próprio negócio madeireiro. (...) Eu podia vir aqui com uma dessas conversas nostálgicas sobre o médico alemão que morava ao lado e os ratos que rondavam o quintal e o carrinho elétrico da minha tia e o meu sapo de estimação que vivia na beira do laguinho dos peixes.

Na verdade, minhas primeiras lembranças são matizadas pelo medo de pesadelos. Eu tinha medo de ficar sozinho, medo do escuro e medo de dormir, por causa dos pesadelos, em que um horror sobrenatural estava sempre a ponto de se materializar. Tinha medo de que um dia, ao acordar, o pesadelo ainda estivesse lá. Me lembro de uma empregada falando sobre ópio, que o ópio trazia lindos sonhos, e eu disse: Vou fumar ópio quando crescer.

Quando criança eu vivia assolado por alucinações. Uma vez, acordei de manhã bem cedo e vi uns homenzinhos brincando numa casa de cubos que eu tinha erguido. Não tive medo, só uma sensação de imobilidade e espanto maravilhado. Outra alucinação ou pesadelo muito comum envolvia "animais na parede", e começava com o delírio provocado por uma febre estranha, jamais diagnosticada, que eu costumava ter aos quatro ou cinco anos.

 



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 15h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




Um poema de Paulo Leminski

 

o pauloleminski
é um cachorro louco
que deve ser morto
a pau a pedra
a fogo a pique
senão é bem capaz
o filhadaputa
de fazer chover
no nosso piquenique.



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 15h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




 

Um ensaio sem palavras com Cameron Diaz.

 

 



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 16h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Feras da tarde – de Ricardo Corona

 

O dia útil chega ao fim

ruas são artérias

fluxo vivo da cidade

elas em outdoors

que ficam para trás

o olho chupa o grafite:

“feras da tarde”

elas passam por mim

voltam do trabalho

cheias de graça

e o certo é dizer:

A tarde chega ao fim

 

[de Corpo Sutil, Iluminuras, 2005]



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 16h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Uma canção só – por Victor Shlovski

[com imagem de Richard Serra]

 

O hábito devora trabalhos, roupas, móveis, a esposa e o medo da guerra. E a arte existe para que se possa recuperar a sensação de vida; existe para fazer com que as pessoas sintam as coisas, para tornar a pedra pedregosa. O propósito da arte é transmitir a sensação das coisas como elas são percebidas e não como elas são conhecidas.

 

[A arte como procedimento. In: Rebeca Peixoto das Silva (org.) Teoria da literatura: formalistas russos. Porto Alegre, Globo, 1971]

 



Escrito por Leão Alves Gandolfi às 14h28
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  02/04/2006 a 08/04/2006
  26/03/2006 a 01/04/2006
  19/03/2006 a 25/03/2006
  12/03/2006 a 18/03/2006
  05/03/2006 a 11/03/2006
  26/02/2006 a 04/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006
  29/01/2006 a 04/02/2006
  22/01/2006 a 28/01/2006
  15/01/2006 a 21/01/2006
  08/01/2006 a 14/01/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  25/12/2005 a 31/12/2005
  18/12/2005 a 24/12/2005
  11/12/2005 a 17/12/2005
  04/12/2005 a 10/12/2005
  27/11/2005 a 03/12/2005
  20/11/2005 a 26/11/2005
  13/11/2005 a 19/11/2005
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  23/10/2005 a 29/10/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  09/10/2005 a 15/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  25/09/2005 a 01/10/2005
  18/09/2005 a 24/09/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005
  05/06/2005 a 11/06/2005
  29/05/2005 a 04/06/2005
  22/05/2005 a 28/05/2005
  15/05/2005 a 21/05/2005
  08/05/2005 a 14/05/2005
  01/05/2005 a 07/05/2005
  24/04/2005 a 30/04/2005
  17/04/2005 a 23/04/2005


Votação
  Dê uma nota para meu blog